Talvez (...)

Talvez um dia ainda me deixes fazer-te feliz (...) Talvez um dia me deixes tocar-te no coração e me deixes cuidar de ti. Ou talvez um dia me digas que chegou a altura de eu ter uma oportunidade de te mostrar que sou diferente de todas as outras e que estarei sempre contigo e nunca te farei mal. Talvez um dia, quando estiveres com o teu coração sem cicatrizes de alguém que não soube cuidar dele, me ligues e digas que eu finalmente mereço estar mais perto de ti. Talvez ainda chegue o dia em que me vais dar a mão e vais tratar de mim, tal como o faria contigo. Talvez um dia eu te possa dizer tudo isto cara-a-cara, porque sei que lês tudo isto e sei que sabes que é para ti, mas talvez um dia, se sentires o mesmo que eu, te diga tudo o que sinto olhos nos olhos... Talvez um dia eu deixe de sonhar e imaginar um futuro do teu lado e se torne tudo real. Talvez sim, talvez não.


Mas até lá (...) Até saber o que o futuro nos reserva,
 a única coisa que te peço é que
 nunca deixes de ser quem és comigo,
 eu vou sempre precisar de ti.

Sem comentários: